Perfil

SIC

Sol de Inverno - Episódio final: Laura suicida-se (Domingo)

Laura suicida-se e incrimina Sofia!

A médica de Rosa confirma o pior diagnóstico e informa-a de que sofre de uma doença neurológica grave. Adelino conforta a mulher que começa a chorar.

Horácio contempla com Benedita a fábrica que ajudou a criar e ela conta-lhe que a marca Boheme estava à venda e que decidiu comprá-la. Horácio aprova a ideia e só lamenta já não estar ao serviço quando os primeiros sapatos forem produzidos. Benedita ainda lhe sugere que permaneça na empresa como consultor mas ele prefere reformar-se de facto.

Ana ganha coragem e termina tudo com Bruno, assumindo que está apaixonada por Manel. Bruno fica em choque com a notícia e Ana sai do ginásio ao encontro de Manel que espera no exterior.

Salvador vai ao bar da praia com Matilde e Clarinha para se despedir de Lúcia e Tomás. Este fica radiante quando Salvador o abraça, decretando que a amizade entre eles é mais forte do que a desavença que tiveram. Isabel chega ao bar com Artur e todos a deixam a sós com o filho para que possa despedir-se. Salvador reconcilia-se com Isabel e abre a porta a que possa visitá-lo se for a Londres. Ela não contém a felicidade que sente e abraça o filho, confessando que acaba de lhe dar a maior alegria da sua vida.

       

Margarida vai ao cemitério e junto à campa do pai afirma que lhe perdoa por ter abusado dela.

Laura recolhe as impressões digitais que Sofia deixou num copo de água e transfere-as para uma pistola que tinha guardado no cofre.

Ana ganha mais uma prova de canoagem, apoiada por Manel, Vasco, Rosa e Adelino.

Matilde e Salvador conversam em Londres sobre o que deixaram para trás, animados contudo pela inauguração em breve da loja que vão abrir. Nesse momento, Matilde recebe uma chamada de Adelino, que confessa as saudades que sente dela e de Clara. O avô tenta que ela aceite perdoar Sofia mas Matilde recusa, afirmando não esquecer que a mãe tentou separá-la de Salvador.

Isabel e Artur despedem-se de Lúcia e Tomás que estão de partida para férias com os filhos numa autocaravana. Lúcia conta que ainda têm de passar no palacete, porque vai haver festa, já que Carlos está a preparar uma surpresa a Fátima para casar com ela nesse dia.

Fátima fica eufórica quando Carlos a arrasta para o jardim do palacete e ela percebe que está a poucos minutos de casar com ele. Durante a curta cerimónia, Acácio deixa escapar uma lágrima e Lé envolve-o com o seu braço. Ele aproveita logo para a agarrar.

    

Sofia e Ricardo chegam à quinta e causam constrangimento a Margarida, Simão e Teresa que confessam não os esperar tão cedo. Laura esforça-se por ignorar a rival e pede a Simão que a ajude a carregar a mala que tem no quarto.

Manel e Ana desfrutam de um dia de praia com Vasco, depois de terem reatado a sua relação, beijando-se com carinho.

Matilde e Salvador abrem a sua loja de produtos portugueses em Londres e beijam-se apaixonados, como que marcando o início de uma vida nova.

Teresa vai à biblioteca dizer a Laura que a polícia chegará em dez minutos para a escoltar até á nova casa. Ela pede à filha que chame Sofia, argumentando que merece ter com ela uma última conversa, antes de lhe entregar a casa. Teresa elogia o lenço que a mãe tem ao pescoço e não se apercebe da carga emotiva que Laura transporta quando balbucia que gosta muito deles todos.

Sofia comenta com Margarida que ela é a mais parecida com o pai. A rapariga sente-se agredida e dispara que ela, segundo consta, o conhecia muito bem. Sofia não resiste e afirma que não o conhecia tão bem quanto ela. Margarida sai de casa a chorar e Teresa repreende Sofia pelo que acabou de dizer e ela reconhece que passou das marcas. Teresa informa-a de que Laura lhe quer falar e Sofia encaminha-se para a biblioteca, perante a preocupação de Ricardo.

           

Laura espera por Sofia e quando ela entra na biblioteca tranca a porta sem que a rival se aperceba. Depois de trocarem provocações, Laura tira da gaveta uma pistola e explica a Sofia, com visível agrado, que “plantou” as suas impressões digitais na arma e que disse a toda a gente que ela a ameaçou de morte quando esteve na quinta a fazer a sessão fotográfica da Mood. Laura dispara contra si própria e mata-se para incriminar Sofia. Ricardo consegue arrombar a porta da biblioteca e Margarida é quem mais chora, exigindo à polícia, que acaba de chegar, que prenda Sofia pelo homicídio da mãe. Laura dá o último suspiro, sorrindo vitoriosa por ter conseguido derrotar a rival. Sofia é presa pelos agentes policiais e murmura que ambas perderam a batalha que travaram.

nas redes

pesquisar