SIC

O psiquiatra António Coimbra de Matos recorda um paciente que se suicidou: "Acho que cometi uma asneira grave"

O psiquiatra António Coimbra de Matos recorda um paciente que se suicidou: "Acho que cometi uma asneira grave"

Tem 90 anos e conta com 60 anos dedicados ao trabalho. Hoje fala-nos sobre a sua paixão ao trabalho, sobre amor e sobre as relações "É o confronto que nos faz evoluir"

nas redes

pesquisar