Perfil

SIC

"Não há doenças, há doentes"

"Não há doenças, há doentes"

Conduzidos por quem vive a doença, por quem a trata e por quem a investiga, procuramos respostas para as grandes perguntas sobre a doença que mais tem aumentado em todo o mundo: o que é o cancro? Qual é a importância da relação entre médico e doente? Como se lida com a notícia e com a incerteza? Que caminhos se trilham nos laboratórios?

"Não há doenças, há doentes"

O primeiro capítulo cruza duas grandes viagens: a viagem da ciência e da medicina até às mais recentes conquistas da imuno-oncologia, que passam por apetrechar o sistema imunitário de cada doente para combater o seu próprio tumor. E a viagem pessoal de Luís Mendes, que recebeu um diagnóstico de mieloma múltiplo aos 35 anos. Conduzidos por quem vive a doença, por quem a trata e por quem a investiga, procuramos respostas para as grandes perguntas sobre a doença que mais tem aumentado em todo o mundo: o que é o cancro? Qual é a importância da relação entre médico e doente? Como se lida com a notícia e com a incerteza? Que caminhos se trilham nos laboratórios?

"O Mal Entendido: As doenças a que chamamos cancro" é um trabalho de Miriam Alves, Rogério Esteves, Rui Berton e Diana Matias, com grafismo de Paulo Alves e Rui Aranha e ilustrações de António Jorge Gonçalves.

  • O Mal Entendido

    O Mal Entendido

    O cancro será, cada vez menos, uma doença mortal. Mas afectará cada vez mais gente. "O mal entendido: as doenças a que chamamos cancro" procura respostas para as grandes questões sobre a doença que mais tem aumentado em todo o mundo. Somos conduzidos por quem vive a doença, por quem a trata, por quem a investiga. Estreia terça feira, dia 8, no Jornal da Noite.

nas redes

pesquisar