SIC

Perfil

Foi baleado pela própria mulher e não contém as lágrimas: "Por um lado é a mãe do meu filho, por outro é uma grande revolta"

Foi baleado pela própria mulher e não contém as lágrimas: "Por um lado é a mãe do meu filho, por outro é uma grande revolta"

António Batista só sobreviveu porque a arma encravou e ainda não descobriu o destino do dinheiro que a mulher lhe roubou durante 12 anos. "Este homem está à espera que lhe peçam desculpa para desculpar", afirma Hernâni Carvalho.

nas redes

pesquisar